Comitê de Defesa Profissional da ABORL-CCF participa de Curso sobre novas formas de remuneração médica no Hospital Sírio Libanês

11/12/2017

edf40wrjww2Site_Conteudo:Conteudo

No dia 9 de novembro, o colaborador do Comitê de Defesa Profissional da ABORL-CCF, Dr. Alexandre Hamam, participou de curso realizado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, tendo como tema as novas formas de remuneração médica. Contando com a participação de diversos players do mercado, durante o encontro foi traçado um panorama da saúde suplementar no Brasil. Destacou-se, entre outras questões, a redução do número de beneficiários da ordem de 2 milhões de pessoas nos últimos dois anos, devido ao desemprego e demissões em função da crise econômica, além da perda de beneficiários de planos particulares.

"Observa-se uma grande movimentação por parte de grandes Hospitais de São Paulo, assim como das maiores operadoras de planos de saúde, no sentido de convergir seus interesses e buscar uma transição entre o atual modelo de F4S para uma remuneração a preços fixos ou, como dizem, gerenciáveis. Entendo que a ABORL-CCF precisa estar atenta a esta movimentação, de forma atuante e participativa e que estes temas devam ser discutidos com maior frequência. O Comitê de Defesa Profissional está bastante sintonizado nesta transição, no sentido de monitorar estes movimentos e trazer as novidades para seus associados", afirmou Dr. Alexandre Hamam.

"É muito importante que nós, médicos, consigamos entender essas novas formas de remuneração médica para que possamos nos posicionar de forma favorável ou contrária às mudanças. Continuaremos avaliando esses novos formatos para que, no futuro, eles não se tornem prejudiciais à categoria", finalizou o Presidente do Comitê de Defesa Profissional da ABORL-CCF, Dr. Bruno Rossini.

 

Bookmark and Share